Estudiosos Cristãos Reconhecem Contradições na Bíblia (parte 2 de 5): Exemplos de Interpolação

Em João 3:16 – Versão Autorizada lemos:

“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.”

[...] essa fabricação “unigênito” foi agora extirpada sem cerimônia por esses revisores mais eminentes da Bíblia.  Entretanto, a humanidade não teve que esperar 2.000 anos por essa revelação.

Em Maria (19):88-98 do nobre Alcorão, lemos:

“Afirmam: O Clemente teve um filho!  Sem dúvida que haveis proferido uma heresia.  Por isso, pouco faltou para que os céus se fundissem, a terra se fendesse e as montanhas, desmoronassem.  Isso, por terem atribuído um filho ao Clemente,  Quando é inadmissível que o Clemente houvesse tido um filho.  Sabei que tudo quanto existe nos céus e na terra comparecerá, como servo, ante o Clemente.  Ele já os destacou e os enumerou com exatidão.  Cada um deles comparecerá, solitário, ante Ele, no Dia da Ressurreição.  Quanto aos crentes que praticarem o bem, o Clemente lhes concederá afeto perene.  Só to facilitamos (o Alcorão), na tua língua para que, com ele, exortes os devotos e admoestes os impugnadores.  Quantas gerações anteriores a eles aniquilamos!  Vês, acaso, algum deles ou ouves algum murmúrio deles?”

Na primeira epístola de João 5:7 (Versão do Rei Jaime) encontramos:

“Porque três são os que testificam no céu: o Pai, a Palavra e o Espírito Santo; e estes três são um.”

Como já vimos na seção 1.2.2.5, esse verso é o mais próximo do que a Igreja chama de sagrada Trindade.  Entretanto, como visto naquela seção, esse pilar da fé cristão também foi descartado da RSV pelos mesmos trinta e dois estudiosos cristãos da mais alta eminência apoiados por cinquenta denominações cristãs, mais uma vez tudo de acordo com os “manuscritos mais antigos.”  E mais uma vez, descobrimos que o nobre Alcorão revelou essa verdade há mil e quatrocentos anos:

“Ó adeptos do Livro, não exagereis em vossa religião e não digais de Deus senão a verdade. O Messias, Jesus, filho de Maria, foi tão-somente um mensageiro de Deus e Seu Verbo, com o qual Ele agraciou Maria por intermédio do Seu Espírito. Crede, pois, em Deus e em Seus mensageiros e não digais: Trindade! Abstende-vos disso, que será melhor para vós; sabei que Deus é Uno. Glorificado seja! Longe está a hipótese de ter tido um filho. A Ele pertence tudo quanto há nos céus e na terra, e Deus é mais do que suficiente Guardião.” (Alcorão 4:171)

Antes de 1952 todas as versões da Bíblia faziam menção a um dos eventos mais milagrosos associados com o profeta Jesus, que a paz esteja sobre ele, que é a sua ascensão aos céus:

“Ora, o Senhor, depois de lhes ter falado, foi recebido no céu e assentou-se à direita de Deus.” (Marcos 16:19)

... e mais uma vez em Lucas:

“E aconteceu que, abençoando-os ele, se apartou deles e foi elevado ao céu.  E, adorando-o eles, tornaram com grande júbilo para Jerusalém.” (Lucas 24:51-52)

Na RSV de 1952 Marcos 16 termina no verso 8 e o restante é relegado a nota de rodapé em letras pequenas (mais informações adiante).   De forma semelhante, no comentário sobre os versos de Lucas 24, nos é dito nas notas de rodapé da Nova Bíblia RSV “Em outras autoridades antigas falta “e foi elevado ao céu” e “Em outras autoridades antigas falta ‘adorando-o eles.’”  Dessa forma, vemos que o verso de Lucas em sua forma original apenas dizia:

“E aconteceu que, abençoando-os ele, se apartou deles. E tornaram com grande júbilo para Jerusalém.”

Foram séculos de “correção inspirada” para nos dar Lucas 24:51-52 em sua forma atual.

Como outro exemplo, em Lucas 24:1-7 lemos:

“E, no primeiro dia da semana, muito de madrugada, foram elas ao sepulcro, levando as especiarias que tinham preparado.  E acharam a pedra do sepulcro removida.  E, entrando, não acharam o corpo do Senhor Jesus.  E aconteceu que, estando elas perplexas a esse respeito, eis que pararam junto delas dois varões com vestes resplandecentes. E, estando elas muito atemorizadas e abaixando o rosto para o chão, eles lhe disseram: Por que buscais o vivente entre os mortos?  Não está aqui, mas ressuscitou. Lembrai-vos como vos falou, estando ainda na Galiléia, dizendo: Convém que o Filho do Homem seja entregue nas mãos de homens pecadores, e seja crucificado, e, ao terceiro dia, ressuscite.”

Mais uma vez, em referência ao verso 5, as notas de rodapé dizem: “Em outras autoridades antigas falta ‘Não está aqui, mas ressuscitou’”.

Os exemplos são muito numerosos para listá-los aqui. Entretanto, o encorajamos a obter uma cópia da Nova Versão Revisada da Bíblia e examinar os quatro evangelhos. Você terá grande dificuldade em encontrar ao menos duas páginas consecutivas que não contenham as palavras “Em outras autoridades antigas falta...” ou “Em outras autoridades antigas é adicionado...” etc., nas notas de rodapé.

Escolha seu idioma